1 comentário em “Bagé – Moinho e Fábrica de massa de Emilio Guilayn e Cia”

  1. TÁ ESCRITO NO LIVRO DO SR. SALIS, QUE TINHA 2 IRMAOS ITALANOS CHAMADOS “CHICHI” DA TOSCANA QUE BOTARAM UMA CASA DE BANHOS EM BAGÉ E ESTAVAM AGRADANDO TANTO QUE COMEÇARAM A COMPRAR GADO .UM BELO DIA UM DOS CHICHI DEPOIS DO ALMOÇO FOI TIRAR UMA SONECA , MAS NAO FOI QUE ALGUÉM MATOU O RAPAZ QUE ATE HOJE NAO SE SABE QUEM FOI, QUE DESGRAÇA PARA OS ITALIANINHOS.

    Responder

Deixe um comentário para GETLULIO MAGDALENA PRATI Cancelar resposta